Vacina da gripe: entenda tudo sobre a vacina.

07/08/2021 Saúde | Vacinas Saúde Livre Vacinas

A vacina da gripe é um imunizante contra o vírus da influenza, e todo ano ela deve ser feita, isso se deve a dois fatores muito importantes, um deles é que a proteção oferecida pela vacina sofre uma queda progressiva em aproximadamente 6 a 8 meses após a vacinação, outro ponto importante é que normalmente mudam as cepas (subtipos de influenza) que circulam em determinado território de um ano para o outro e a vacina muda sua composição para o ano seguinte.

Composição da vacina da gripe e a diferença entre REDE PARTICULAR X REDE PÚBLICA

A vacina da gripe não protege apenas contra o vírus da gripe H1N1, ela também oferece proteção contra outros tipos de gripes, como a H3N2 e mais duas cepas de gripes comuns da linhagem de cepas do tipo B. É sempre importante lembrar que essa vacina com quatro cepas (QUADRIVALENTE), até o momento, é oferecida apenas na rede privada, sendo a vacina da rede pública composta por três cepas de vírus diferentes(TRIVALENTE).

Qual a diferença da composição da vacina de 2020 para 2021

Veja o esquema abaixo:

Essas mudanças ocorrem conforme estudo realizado pela Organização Mundial de Saúde, que analisa todos os anos os principais tipos de vírus que circulam, e criam a vacina correspondente para o ano seguinte. Essa mudança ocorre pois o vírus da influenza tem uma alta taxa de mutação, aparecendo assim novas variantes todos os anos.  

A vacina é indicada para crianças?

Sim, a partir dos 6 meses de idade a vacina contra influenza já é recomendada, e principalmente para aqueles que apresentem algum tipo de comorbidade ou maior risco para adquirir doenças respiratórias. Um ponto muito importante sobre a vacina da gripe nas crianças, é que até os 9 anos de idade, a criança que estiver recebendo a vacina pela primeira vez, deve realizar uma segunda dose de reforço com 30 dias após a primeira dose.   

A vacina da gripe pode causar a doença?

Não é possível causar a doença, pois a vacina da gripe é produzida com o vírus de forma inativada, ou seja, o vírus está morto e não tem poder de causar a doença, mesmo de forma leve. A vacina da gripe é muito segura, aumentando e melhorando a resposta imune, trazendo apenas benefícios aos pacientes.

Posso ter algum tipo de reação ao tomar a vacina da gripe?

Normalmente as pessoas não apresentam nenhum tipo de reação à vacina da gripe. Em alguns casos, quando acontecem, as mais comuns são reações locais, sendo esperado dor no local da aplicação da vacina, vermelhidão local e inchaço. Reações mais incomuns como aparecimento de hematomas ou coceira no local da aplicação podem ocorrer em alguns casos.

Se eu apresentar alguma dessas reações, o que devo fazer?

Caso você apresente alguma reação, mesmo que sejam as mais comuns e esperadas, o serviço de vacinação deve ser informado, pois essa equipe está preparada para lhe orientar sobre quais as condutas a serem tomadas, dependendo da sua reação e tempo em que ela ocorreu. Muitos serviços privados têm o hábito de realizar o pós-vacina, onde a enfermeira consegue nas primeiras horas após a vacinação rastrear, de forma mais efetiva, os tipos de reações que podem ocorrer e também orientar sobre o aparecimento de algum tipo de reação tardia, que são mais raras.  

Existe alguma contraindicação para fazer a vacina da gripe?

A vacina da gripe somente é contraindicada para pessoas que apresentem alergia grave (anafilaxia) a algum componente da vacina ou dose anterior.

Em casos onde a pessoa esteja apresentando febre alta persistente, ou outros sintomas de forma grave, de um quadro ainda não definido, orientamos aguardar e realizar a vacinação após melhora.

Como é o esquema de vacinação contra a gripe?

  • Para crianças entre 6 meses e 8 anos de idade completos: duas doses na primeira vez em que forem vacinadas (primovacinação), com intervalo de um mês entre a primeira e a segunda dose, e após segue a vacinação única anual.
  • A partir dos 9 anos de idade, seguir esquema de apenas uma dose anual, mesmo sendo a primeira vez que faz a vacina.

Eu fiz a vacina do Covid-19, posso fazer a da gripe também?  

Sim, ambas as vacinas são de extrema importância, mas vale lembrar que devemos seguir a orientação do Ministério da Saúde, onde devemos respeitar o intervalo mínimo de 14 dias entre a vacina da gripe e da covid-19, antes ou depois da aplicação. Outro ponto muito importante e que gera muita dúvida, é a realização da vacina da gripe no período de intervalo entre as doses da vacina da Covid-19, onde devemos ressaltar que não há problema em ser feita nesse período de intervalo entre vacinas, somente temos que respeitar os 14 dias entre vacina da gripe e vacina da Covid-19.

OBS: É importante estar atento aos dias de intervalo entre as vacinas da Covid-19, uma vez que cada vacina tem um esquema diferente. Veja no seu cartão de vacina ou consulte a secretaria de saúde do seu município.   

Eu tive Covid-19 e quero tomar a vacina da gripe, devo esperar?

Sim, a indicação é que haja um intervalo de até 30 dias após o diagnóstico da doença. Lembrando que é realizada uma avaliação, pois o paciente não deve estar apresentando quadro agudo da doença.

Eu consigo fazer a vacina da gripe na rede pública mesmo não sendo grupo prioritário?

Na rede pública somente grupos considerados prioritários pelo Ministério da Saúde podem fazer a vacina TRIVALENTE oferecida pelo SUS.

Já nos serviços privados, a vacina da gripe QUADRIVALENTE pode ser aplicada em qualquer pessoa acima de 6 meses de idade sem restrições.

Alergia a ovo impede que eu faça a vacina da gripe?

As pessoas que são alérgicas a ovo podem fazer a vacina da gripe, o Ministério da Saúde apenas recomenda que a vacinação de pacientes que já tiveram história prévia de anafilaxia ao ovo, seja feita em locais que tenham condições de fazer atendimento imediato em casos de reações anafiláticas após a vacina. É recomendado também que a pessoa permaneça no local para observação por pelo menos 30 minutos.

Atenção!!!

 A cobertura vacinal do ano de 2021 vem trazendo preocupação, num momento em que se espera uma redução no número de hospitalizações, as pessoas que deixam de tomar a vacina da gripe aumentam os risco de desenvolver a doença de forma grave, levando à necessidade de buscar o serviço médico e muitas vezes aumentando a fila de internações ou até mesmo o risco de óbito. A vacina da gripe é segura e deve ser feita todos os anos! 

A prevenção ainda é a melhor opção contra as doenças. 

Vacinas salvam vidas!

Caso queira maiores informações sobre a vacina da gripe, entre em contato com a Saúde Livre mais próxima de você.

Posts relacionados

Quem precisa tomar a vacina contra o HPV

Se você já ouviu falar sobre a vacina do HPV, há grandes chances de você ter ficado com algumas dúvidas a respeito, e se […]

Saúde Livre Vacinas, 25 de novembro de 2021

Câncer de próstata: causa, sintomas, tratamento e prevenção

O Câncer de próstata é o tumor que afeta a próstata,  e é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer […]

Saúde Livre Vacinas, 22 de novembro de 2021

Entenda os objetivos da campanha Novembro Azul

Novembro Azul é o nome dado ao movimento internacional criado para a conscientização do câncer de próstata e alertar os homens da importância do […]

Saúde Livre Vacinas, 18 de novembro de 2021