Vacina contra Covid-19 para crianças a partir de 6 meses é aprovada pela Anvisa

20/09/2022 Notícias | Saúde Saúde Livre Vacinas

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou, na sexta-feira (16/09), a aprovação da vacina contra Covid-19 para crianças de seis meses até quatro anos de idade. O imunizante que obteve autorização foi o da marca Pfizer.

Até então, as doses disponíveis para crianças no país eram da Coronavac, a partir de três anos, e da própria Pfizer, em versão pediátrica, a partir de cinco anos. Segundo a agência, “a autorização veio após uma análise técnica de dados e estudos clínicos conduzidos pelo laboratório”.

Apesar de ser considerada segura para essa faixa etária, a vacina só começará a ser aplicada com a liberação do Ministério da Saúde. De acordo com a pasta, isso deve acontecer em breve. “O Ministério da Saúde tem contrato com a Pfizer para fornecimento de todas as vacinas aprovadas pela Anvisa (…). Havendo aprovação da recomendação pela área técnica da Pasta, as vacinas serão disponibilizadas para todo Brasil, como já ocorre com as demais faixas etárias”, informou o Ministério, em nota.

Urgência na vacinação

A Associação Médica Brasileira (AMB), após realização do Comitê Extraordinário de Monitoramento Covid-19 (CEM), expressou em comunicado que recomenda a vacinação imediata para a idade. “Os números demonstram a urgência em proteger as crianças menores de cinco anos, especialmente os lactentes menores de um ano de vida”.

“O CEM entende que os órgãos públicos envolvidos devam unir esforços para a viabilização da vacinação contra a Covid para essa faixa etária e ressalta ainda a importância de toda a população completar o esquema vacinal vigente”, diz o boletim.

Um levantamento da Fiocruz identificou a morte de pelo menos duas crianças menores de cinco anos por dia em decorrência do vírus Covid-19 no país. O número está estável desde o início da pandemia, já que o Programa Nacional de Imunizações (PNI) ainda não previa a vacinação para essa faixa.

Em 2020, registrou-se 599 mortes por Covid-19 nessa idade, número que aumentou em 2021 para 840. “O momento em que vivemos demanda a conscientização de todos – a imunização é um gesto de proteção à vida”, conclui o CEM.

Dosagem

A versão pediátrica da vacina da Pfizer tem uma dosagem diferente da usada para pessoas com mais de 12 anos. Na formulação autorizada pela Anvisa, são três doses de 0,2 ml, ou 3 microgramas.

As primeiras aplicações devem acontecer com três semanas de intervalo, e pelo menos oito semanas da segunda dose para a terceira. O frasco da vacina virá na cor vinho, garantindo a fácil identificação pelos profissionais de saúde e pelos pais. Da mesma forma, o frasco para doses de cinco a 11 anos tem cor laranja, e para acima de 12 anos, cor roxa.

Ainda não há informações sobre a distribuição a clínicas particulares, calendário e locais disponíveis.

Posts relacionados

Coqueluche: aumento de casos alerta para importância da vacina

A coqueluche é uma doença infecciosa que pode ser grave e potencialmente fatal em crianças com menos de um ano de idade. O número […]

Saúde Livre Vacinas, 17 de abril de 2024

Gripe, covid-19 ou VSR? Saiba quais são as diferenças

O Brasil registrou um aumento no número de casos de vírus sincicial respiratório (VSR) e de gripe nas últimas semanas. Eles corresponderam, respectivamente, a […]

Saúde Livre Vacinas, 11 de abril de 2024

Vacina contra câncer: conheça os imunizantes que previnem a doença

O desenvolvimento de uma vacina contra câncer é um objetivo antigo da medicina. Enquanto ainda não é possível evitar todos os tipos da doença […]

Saúde Livre Vacinas, 08 de abril de 2024