Vacina da Gripe: tudo sobre campanha 2022

29/03/2022 Saúde | Vacinas Saúde Livre Vacinas

A vacina de gripe 2022 já está disponível. Depois do surto de gripe fora de época ocorrido no final de 2021, a expectativa em torno da campanha de vacinação contra a gripe 2022 está altíssima. 

No final do ano houve muita procura para realizar a vacina da influenza que não haviam feito durante a campanha de 2021, o que inclusive deve ter contribuído para a disseminação de casos em tantos estados brasileiros em pleno verão.

Ocorre que, como a vacina foi realizada no final do ano, muitas pessoas estão com dúvida sobre a necessidade de realizar a vacina da campanha de 2022. E a resposta é SIM!!!! A vacina da gripe 2022 precisa ser feita assim que iniciar a campanha.

GRIPE 2022: PORQUE FAZER A VACINA? 

O vírus da influenza sofre mutações todos os anos e, justamente por isso, as vacinas também são diferentes a cada campanha vacinal

A vacina entregue para a campanha de 2022 na rede privada é quadrivalente, composta por quatro cepas de vírus, sendo eles: 

VACINA INFLUENZA 2022  QUADRIVALENTE
A/Victoria/2570/2019 (H1N1) pdm09 B/Austria /1359417/2021 (linhagem B/Victoria) 
A/Darwin/9/2021 (H3N2) B/ Phuket /3073/2013 (linhagem Yamagata 

A cepa do tipo A H3N2 do subtipo Darwin, foi a que causou os surtos localizados no final de 2021, e estará na composição da vacina de 2022. 

A cepa do tipo B Victoria também mudou de 2021 para 2022. 

Como a influenza é sazonal, o imunizante é modificado a cada ano, baseado nos quatro subtipos do vírus influenza que mais circularam no último ano no hemisfério Sul monitorados e indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Os imunizantes são atualizados e usados em campanhas de vacinação anuais, geralmente realizadas antes do inverno, quando aumentam os casos de gripe.

As campanhas ocorrem simultaneamente, rede privada e rede pública, tendo uma diferença apenas na composição do imunizante, que na rede pública possui uma cepa a menos (trivalente), e normalmente a vacina é destinada apenas para públicos especiais.  

Na rede privada a vacina está disponível para crianças a partir de 6 meses de idade, não tendo restrição de idade para adultos. 

A VACINA DA GRIPE PODE CAUSAR A GRIPE?? 

A vacina contra a influenza é INATIVADA, ou seja, não pode causar a doença. É comum haver relatos de eventos parecidos com os de um resfriado logo depois de aplicada a vacina. Mas, esses sintomas podem ser de reações que ocorrem após a vacinação e não duram mais de 48 horas normalmente. Os mais comuns são: 

  • Manifestações locais como dor, vermelhidão e endurecimento ocorrem em 15% a 20% dos vacinados. Essas reações costumam ser leves e desaparecem em até 48 horas.
  • Manifestações sistêmicas também são benignas e breves. Febre, mal-estar e dor muscular acometem de 1% a 2% dos vacinados. Têm início de seis a 12 horas após a vacinação e persistem por um a dois dias, sendo mais comuns na primeira vez em que tomam a vacina. Reações anafiláticas são raríssimas.

Saiba mais sobre a vacina navegando pelo nosso site.

Covid-19 e Influenza 

Algumas informações são muito importantes nesse momento de pandemia. 

  • Adultos não precisam fazer intervalo entre a vacina da Covid-19 e as demais vacinas do calendário, incluindo a vacina da Influenza; 
  • Até o momento, ainda é preconizado um intervalo de 15 dias antes e/ou 15 dias após a vacina infantil da Covid-19 e as demais vacinas do calendário, incluindo influenza; 
  • Caso esteja com Covid-19, aguarde a recuperação total do quadro para realizar a vacina da influenza.  

Acompanhe as redes sociais da Saúde Livre e fique informado sobre o início da campanha de vacinação contra gripe de 2022.

Cuide bem de você, e de quem você mais ama! Vacine-se.

Já conhece a nossa clínica virtual? A vacina da gripe já está disponível na Saúde Livre Vacinas, adquira a sua.

Posts relacionados

É ‘só’ uma gripe? Conheça os verdadeiros riscos da influenza

A influenza atinge cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo todos os anos, com 5 milhões de casos graves e até 650 mil […]

Saúde Livre Vacinas, 23 de maio de 2024
Vítimas e socorristas do Rio Grande do Sul recebem orientações.

Rio Grande do Sul: as vacinas recomendadas para vítimas e socorristas

A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e a Sociedade Gaúcha de Infectologia (SGI) divulgaram nesta semana uma nota […]

Saúde Livre Vacinas, 17 de maio de 2024

Chuvas: como cuidar da saúde em situações de emergência?

Fortes chuvas têm afetado o Rio Grande do Sul nas últimas semanas, provocando enxurradas, enchentes, inundações, deslizamentos e desmoronamentos. Segundo a Defesa Civil do […]

Saúde Livre Vacinas, 09 de maio de 2024